Blog da Fraternidade Rosa-Cruz Antiga - Fraternitas Rosicruciana Antiqua - Ordem Rosa-Cruz | FRA

Fraternitas Rosicruciana Antiqua
Site Oficial do Brasil
Aula Lucis Central
FRA
Ir para o conteúdo

O Festival de Wesak

Fraternitas Rosicruciana Antiqua - Ordem Rosa-Cruz | FRA
Publicado por em Wesak · 28 Março 2018
O Festival de Wesak  acontece anualmente  no momento do plenilúnio de Touro,em que se transmite à Terra as bênçãos de Deus, por intermédio de Buda e de Seu irmão, O Cristo.
Próximo ao momento da Lua Cheia, Os Grande Seres realizam um ritual, com diversas posições geométricas, entoando diferentes mantras.
O Cristo se torna visível no centro, com o Cetro de Poder em sua mão. À sua direita, O Manú, O Senhor das formas viventes e à sua ezquerda, O Mahachohan, O Senhor da Civilização.
Pela união dos grandes Mestres, durante o plenilúnio de Touro, se dá uma grande aproximação dos mundos espiritual e físico, em que se transmite à Terra as bênçãos de Deus por intermédio de Buda e seu irmão, O Cristo.

Ao Lado deste acontecimento espiritual interno, tem lugar uma cerimônia externa em um vale situado a uma altura bastante elevada, ao pé dos Himalaias Tibetanos, perto da fronteira do Nepal e a quatrocentas milhas de Lhassa, a cidade sagrada do Tibet.
Na época do plenilúnio de touro, começam a fluir peregrinos de todos os distritos circunvizinhos, os Santos homens e Lhamas (assistentes) chegam ao vale e ocupam as partes Sul e centro, deixando o extremo Noroeste relativamente livre.
Através do corpo dos presentes flui um estimulo ou vibração poderosa, que tem por finalidade despertar a alma dos presentes, fundindo o grupo num todo unificado.

Como uma só unidade, os participantes do Festival de Wesak, elevam-se em grande ato de suplica espiritual. O grupo recolhe neste instante culminante, toda a aspiração mundial, daqueles que tenham focalizado seus anseios invocativos nesta reunião
No momento culminante da lua cheia de Maio, aparece numa gigantesca figura que flutua no ar, sobre os morros meridionais, o SENHOR BUDHA. Ele está sentado em sua clássica posição, envolto em seu manto cor de açafrão, banhado numa maravilhosa Luz e com a mão estendida, dando a bênção.

É o momento mais sagrado do ano, onde a Humanidade e a Divindade entram em profundo contato.
Ano após ano, Buda, e Seu irmão, O Cristo, trabalham em colaboração para benefício espiritual da Humanidade, derramando sobre ela: Luz, Amor e Vontade ao Bem.

O Festival de Wesak, celebra-se em RECONHECIMENTO DE UM ACONTECIMENTO ATUAL E VIVO. Não constitui uma cerimônia de recordação, mas uma de real participação.
Este acontecimento vivo, realiza-se uma vez a cada ano na terra e nos planos Espirituais durante data e hora exatas. É um momento de cooperação espiritual, e até mesmo as Hierarquias Superiores se preparam para este ritual.
A luz do Festival de Wesak, CRISTO e BUDHA se convertem em realidades da relação existente entre o SENHOR DE LUZ e o SENHOR DE AMOR.

Eles também unificam o Oriente e o Ocidente, ao mesmo  tempo que fundem a tradição Crista, com outros credos, principalmente budhista e hindu e a aspiração de todos os crentes, ortodoxos ou não, fazendo com que, desapareça as distinções religiosas, dando inicio a NOVA ERA, a ERA da UNIDADE.∆

(*) "Nenhum preço que se nos exija será demasiado elevado para ser útil à Hierarquia no momento da Lua Cheia de Touro, O Festival Wesak; nenhum preço é demasiado elevado para obter a iluminação espiritual, possível, particularmente neste momento."  Djwhal Khul



Fraternitas Rosicruciana Antiqua
Webmaster: Luiz Martin
Voltar para o conteúdo