O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Finalidade

A finalidade desta ordem mística chamada Fraternitas Rosicruciana Antiqua (FRA) é clara e precisa: busca a felicidade dos seres humanos sem distinção de castas, cor, sexo, nacionalidade ou condição social.

Procura transformar o homem por meios científicos e próprios da Fraternidade, isto é, fazer do homem consciente um super-homem, despertando nele todas as possibilidades que estão adormecidas, em estado latente em todo ser humano.

Declara que toda alma é senhora do seu destino; busca para todos os associados que formam a FRA, a felicidade e o bem-estar do corpo e da alma. Não aceita os estados de pobreza, tristeza e enfermidade do ser humano, que a seu juízo deve ser feliz, forte e são.

A FRA não prescreve a dor para o progresso humano, como outras escolas espiritualistas preconizam com tanto ardor; porém não negamos seu valor transitório; declara que é necessário sobrepor-se à dor e vencê-la, única forma de chegar-se ao aperfeiçoamento integral, tanto físico como moral.

O homem, para dominar a energia nuclear, teve que realizar três coisas: estudar, compreender e dominar as leis que regem a dita força; desconhecendo as três condições referidas, estaria exposto a ser danificado. Quando, ao contrário, o homem conhece a fundo as leis que regem essa poderosa força, ele a converte em servidora fiel e fonte de progresso e bem-estar.

No destino humano há um fato similar, quando o homem desconhece as leis do Macrocosmo e Microcosmo, isto é, do Universo e do ser. Em tais condições ele está exposto a ser atingido pelo destino que cada um traz consigo na vida física, em forma de adversidades, infortúnios, pobreza, enfermidades, tristezas, etc.

Não é um delito pretender ser são, forte e feliz valendo-se de conhecimentos esotéricos. A ciência Rosa-Cruz preocupa-se não somente com a vida material, mas também em associá-la ao progresso espiritual dos seres humanos. Nós acreditamos em uma perfeita conjunção desse dualismo.